30 de jan de 2009

sOu o QuE dEsCe pElo RaLo

estou me sentindo como os dejetos que saem da minha bunda...aqueles que vemos na latrina sumirem com a força da água e não fazemos a menor idéia para onde vão parar..

Me pergunto se a mesma água impura desses dejetos se transforma na mesma água que coloco no filtro para beber.

encosto a testa na janela e vejo um sol ameaçador e gramas verdes.
Se estivesse chuvoso eu me mataria, com certeza.

Esse maldito tempo nada têm em comum com o que estou sentindo! Diabos! Se estivesse num daqueles cafés em Paris ou Londres..com pessoas frias e de cachecol, um tempo nublado.. tudo estaria bucólico e lindo..

Em plena central do Brasil a coisa fica mais complicada. Virar um tipo como Sartre já me está fora de questão..além do que os amigos intelectuais que possuo não passam de acadêmicos malditos que se vangloriam por ter passado no vestibular da Universidade Pública...(coloco em letras maíusculas porque são como Deus nessa terra seca e escassa de intelecto)

Penso nos emos de Bsb Pacato City. São como os nazistas latinos...não tem muita verossimilhança com sua origem - 'ideologias compradas' - falo em voz alta. Imagino de súbito uma luta bizzara entre emos, carecas e intelectualóides da universidade pública. Começo a rir.
Aquela sensação de descer pelo cano já não me pertence mais. Estou contente.

3 comentários:

bola disse...

caralhoooooo!!!
extremamente rude e direto, assim que eu gosto!!!!
continue assim e vai ganhar o pulitzer!

lorena albuquerque. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lorena A. disse...

Bsb é o meu planalto dos ventos uivantes. Pode faltar tudo, menos essa poeira insólita trazida do asfalto, coisa que amo e odeio ao mesmo tempo. Quanto aos intelectualóides, misericórdia! Sendo tão direto assim, pode acarretar alguns traumas! Hehehe! E a vez da crítica: o blog de vocês é ótimo, só precisava ser atualizado mais vezes. Abraços!